Alisamento X cabelo natural

progressiva

Olá, olá, olá!

Você já alisou o cabelo? Já passou por transição capilar (do cabelo liso para o cacheado/crespo)? Já pensou se quando acabar a “moda” dos cabelos cacheados e crespos você vai alisar seu cabelo novamente?! Há ainda um tabu em falar de alisamento, transição, cabelo cacheado/crespo e acho necessário falarmos disso.

Para você que alisa o cabelo: já parou pra pensar porque você o alisa? Um dos principais motivos de alisarmos o cabelo é porque – segundo os padrões de beleza impostos pela cultura de nossa sociedade – é higiênico, socialmente aceitável, supostamente mais fácil de cuidar, arrumado. Mas esse fato não te faz pior e nem melhor que ninguém, okay?

A ideia principal é rasgar os padrões de beleza e destruí-los, então sempre defenderei a liberdade e autonomia de usarmos nosso cabelo da maneira que quisermos – seja alisado ou natural.

progressivaaaaa

Alisar pode danificar os cabelos?

Geralmente muitos procedimentos de alisamento são à base de ativos fortíssimos que além de serem superagressivos para os fios, também são prejudiciais à saúde, por isso todo cuidado é pouco! Formol jamais! Procure um profissional de sua confiança e ele lhe indicará a química mais adequada para o seu cabelo, certo?

Já faz tempo que ouvimos falar que cabelo liso é prático e bem mais fácil de cuidar e essa ideia motivou várias pessoas a alisar seus cabelos né? Maaaaas na realidade não é tão mais prático assim. É só partimos do pensamento de que todo cabelo requer cuidado. Já viram quantos tratamentos existem pra cuidar do cabelo natural? Agora imaginem um cabelo com química! Pois é…

O tratamento deve ser dobrado, porque o cabelo alisado sofre uma transformação e ele precisa ficar bem tratado até a próxima química e manter um aspecto saudável, afinal, não está em sua forma natural. Para manter cabelos lisos, geralmente usa-se fonte de calor como secador e a chapinha (Tem uma galera viciada em chapinha. Cuidado!).

Depois disso tudo, podemos dizer que cabelo liso é mais prático? Acho que não, né?

negra

morenabranca

Voltando à autonomia, lembre-se que o cabelo está na sua cabeça e escolher alisá-lo não te faz uma pessoa ruim, feia, fora de “moda” ou até mesmo inferior às que tem o cabelo cacheado ou crespo. E assumir o cabelo natural vai além da estética – eu considero um ato de resistência. Mas não permita que nenhuma pessoa lhe diga como usar o seu cabelo. Vale a sua autoestima elevada. Exercite sua autonomia!

Espero que tenham gostado da publicação. Até a próxima!

Beijo, abraço e aperto de mão!
Naná Campos

Imagens: Google

 

Anúncios

Qual é o “tipo” do meu cabelo?

Oi, gente!

Vocês sabem qual é o tipo do cabelo de vocês?

Em primeiro lugar, cabelos cacheados e crespos são diferentes e pedem cuidados diferentes, mas isso não significa que um é mais bonito que o outro ok?!

Bom, existem muitos produtos no mercado que prometem redução de volume, acabar com o frizz e dar total definição. Mas, se o nosso cabelo é cacheado/crespo, o volume é uma qualidade dos fios e não um problema. Quando entendemos isso, fica mais simples usarmos nossos cabelos ao nosso favor – isso é autovalorização.

Existe um método de classificação criado por Andre Walker System para facilitar o tratamento ideal com os fios e ajudar a identificar qual o “tipo” de cabelo. Lembrando que o foco não é de hierarquia, nem de uniformidade. Cada cabelo é um universo, um lindo universo seja ele qual “tipo” for.

Os “tipos” de cabelo nós chamaremos de texturas. E existem várias texturas de cabelo. Vejam nas imagens abaixo:

imagem-1

fonte da imagem: http://www.diariocajamarense.net/2016/07/14/dicas-e-cuidado-para-os-cabelos-por-taires-de-araujo.html

 

imagem-1b

fonte da imagem: http://www.todecacho.com.brtipos-de-cabelo-cacheado

 

Vamos falar mais especificamente dos tipos 3 e 4, que são nessa ordem os cacheados e crespos:

  • 3A – Aquele tipo de cacho natural bem largo e regular. Costuma ter bastante brilho e segurar bem uma escova.
  • 3B – É bem mais enrolado do que o tipo 3A, com cachos estreitos, definidos e regulares, bem espiralados.
  • 3C – os cachos são  fechadinhos. Ficam grudadinhos uns aos outros, “embolados”, porém com um padrão de forma bem definido. Os fios são finos e frágeis.

 

imagem-2

fonte da imagem: http://cabeloafro.com.br/conheca-o-seu-cabelo-a-tabela-de-tipos-de-cabelo/

 

(A título de curiosidade de vocês, o tipo do meu cabelo é 3B, olhem só na foto abaixo)

imagem-3

fonte da imagem: arquivo pessoal Naná Campos

 

No tipo 4 estão os cabelos geralmente conhecidos como afro. O que se afirma é que são mais secos e frágeis, pois a oleosidade não consegue percorrer o fios, por causa da textura. Por isso, necessitam de bastante hidratação para que revelem toda a sua beleza e não se quebrem à medida que vão crescendo.

  • 4A– Tem cachos  estreitos, que parecem molinhas, bem definidos e geralmente tem mais volume que o 3C.
  • 4B– As mechas têm formato de Z (ziguezague), menos definidas do que as do tipo 4A. Geralmente são finos e mais frágeis e tem como características as pontas secas.
  • 4C– Tem a estrutura bem parecida com o 4B, porém é mais difícil de visualizar, tem como características o fator encolhimento e o ressecamento.

 

imagem-4

fonte da imagem: http://cabeloafro.com.br/conheca-o-seu-cabelo-a-tabela-de-tipos-de-cabelo/

Outra informação importante é que podemos encontrar mais de um tipo de cabelo em nossa cabeça. Portanto, essa classificação serve apenas para facilitar os cuidados com os nossos fios. Se vocês ainda assim tem dúvida sobre o tipo de cabelo, deem uma passada no cabeleireiro de vocês ou num especialista no assunto que vocês saberão melhor!

Lembrem-se: não se apeguem a padrões de beleza impostos pela sociedade, pois cada cabelo tem sua beleza e o seu “tipo” de cabelo é perfeito pra você!

Beijo, abraço e aperto de mão.

Naná Campos.

fb.com/nanacamposart

instagram: @nanacamposart